Que música dançar no casamento?

descobri

“EU NÃO SEI DANÇAR MESMO, ENTÃO QUALQUER COISA QUE SEJA BEM FÁCIL ESTÁ BOM.”

Esta é uma das perguntas que recebemos com frequência, então vamos responde-la agora para quem estiver em dúvida também. Será que uma música fácil seria a resposta mais óbvia só porque o casal não sabe dançar nada? E O QUE DANÇAR ENTÃO? Vejam as perguntas que recebemos de Noivas:



 Avatarolá boa noite, meu casamento esta muito próximo, e gostaria de ensaiar uma coreografia com meu noivo, mas ñ sabemos dançar nada, favor encaminhar um orçamento baseado em uma coreografia bem fácil de aprender..” – Angela (casamento)


AvatarGostaria de uma dança bem fácil, pois meu noivo é tímido e não dança nada, aceito sugestões….” – Rosangela
(casamento)

AvatarSerá que existe alguma dança bem fácil para eu dançar, mas meu marido não dança nada.

 

Avatar“Como ainda faltam 4 anos, já gostaria de ensaiar.” – Elaine (bodas de prata)


AvatarQuero uma coreografia para casamento mas uma coisa diferente porem fácil, o noivo é meio duro rsrsrsrs….” – Marcia (casamento)

Avatareu ja dancei muito tempo tango, forro, axé.. gosto muito de dançar. Mas ele é bem duro, não sabe dançar nada, mas quer muito fazer a dança também, então deve ser uma coreografia simples…” – Juliana (casamento)

AvatarAvatarMeu noivo é muito duro para dançar e gostaria que no dia do casamento ele esteja perfeito na dança. Logo, questiono qual música e se seis meses é suficiente para isso…” – Aline (casamento)

 

Isso representa uma pequena amostra de centenas de perguntas que já recebemos. Pois a melhor resposta para as dúvidas acima e suas dúvidas também, não importa o ritmo e não importa a música se a escola tem método e coreógrafos competentes, o casal dançará bem qualquer música.

A dança no casamento tem 2 momentos, primeiro a do casal abraçado como Marido e Mulher, quando seus convidados assistem e percebem o cortejo, harmonia e cumplicidade e o segundo momento, o da abertura de pista, que pode ser algo descontraído. Alguns Noivos escolhem juntar os 2 momentos em uma só coreografia com primeira e segunda partes na mesma trilha.

Isso acaba de vez com o tabú: “Não sabemos dançar então qualquer coisa simples por favor!“.  Esqueça isso de uma vez por todas e mãos a obra! Se vocês podem dançar qualquer música vamos explicar quais e o porque das músicas:

Valsa: Indiscutivelmente o clássico dos clássicos. Noivas ou famílias conservadoras optam pela valsa que além de tradição é protocolo de casamento. Se bem coreografada então, fica glamoroso. Podem ser as valsas seculares assim como podem ser as valsas contemporâneas cantadas por cantores atuais, que você ouvirá hoje mesmo nas rádios.

Bolero: Qual casal não tem uma música romântica marcante de sua união. Sem errar, é possível afirmar que pelo menos 3 boleros compõem a trilha sonora da sua vida. Busquem, vasculhem e vão buscar no fundo do baú que vocês acharão.

Dirty Dancing: Se você pensa que foi modismo, pode esquecer! Quando debutantes, noivas e bodas pedem Dirty Dancing é que a coisa já atravessou gerações e isso faz com que seja perpetuado. Portanto é um clássico de casamento, quem somos nós a desmentir o que muitos querem?

Tango: Um outro clássico por se tratar de um ritual, lindo de se ver dançar mas muito cuidado na escolha. Tangos são tragédias, dramas, descuidos. Mas nada como uma declaração de amor como “El dia que me quieras”, clássico de Gardel cantado até hoje por inúmeros cantores românticos, majestoso!

Medleys ou Pout-Porris: Seleção de músicas escolhidas com cuidado pelo casal e que fazem parte da trilha sonora de sua vida a dois. Todo casal possui temas e ritmos dos mais variados que representam momentos especiais como o dia em que se conheceram, o primeiro beijo, o pedido de namoro, noivado ou casamento. Esta trilha dá significado à dança do casal, diferente das valsas malucas que explicamos mais abaixo.

Gafieira, Zouk, Forró e todas as outras músicas e ritmos são opções, desde que sejam uma declaração de amor. Atenção com as músicas estrangeiras, para nós que somos especializados em danças cerimoniais, não existe situação mais embaraçadora do que um casal de noivos apaixonados dançando ao ritmo de uma letra que sugere a traição, o flerte, a separação ou a promiscuidade, quase um Funk da “doidinha” no casamento.

Valsas Malucas: Normalmente pedidas por Noivos que não dançam, existe uma sensação que através de uma valsa maluca eles conseguirão dançar mais fácil. O casais sentem-se mais seguros se fizerem uma coreografia engraçada. Nada impede que o casal faça uma valsa maluca para abertura de pista, mas sugerimos que seja depois de haver dançado sua “Primeira Dança dos Noivos” onde juntos e abraçados, como marido e mulher, mostram aos seus convidados o real sentimento de estarem juntos para sempre.

Deixe uma resposta